quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Fêmea Infiel

"Dar dentro de um carrão caro e importado é uma delícia, não é mesmo?
Uma pena que na maioria das vezes, dirigidos por idiotas arrogantes que acham que isso dá poder infinito de sedução a eles.

Aceitei o convite pra jantar. Mas fui clara. Não era só por causa disso que iríamos para cama na primeira noite.

Mas o carro me ganhou. Dei. Nos bancos da frente, no de trás, e só não dei sobre o capô por que estávamos num estacionamento muito movimentado. E por que era para o manobrista, que teve que aturar a arrogância nojenta daquele imbecil, dono do carro, que me convidou para jantar.

Minha meta e sair com ele 10 noites, sem sexo. Em todas, sairei escondida para trepar com o manobrista no carro dele. Na décima noite, avisarei que ele não faz meu tipo."


Nenhum comentário:

Postar um comentário